mulheres

Nossa sociedade ainda vive uma cultura machista, apesar das mulheres serem responsáveis pelo sustento de muitos lares. Falta segurança, falta emprego e renda, e políticas públicas direcionadas às mulheres que se encontram em situação de vulnerabilidade social. 

 

Estamos falando de violência doméstica contra as mães e meninas, assunto que precisa ser  discutido e resolvido pela sociedade hoje, para que as meninas não sofram essa mesma violência no futuro.

Minhas propostas de luta pela Mulher são: 

  • Fortalecer a rede de acolhimento a mulheres vítimas de violência; 

  • Desenvolver políticas públicas de geração de emprego e renda, que capacite para o trabalho, melhorando a vida das mulheres de baixa renda, assim como seus filhos;

  • Melhorar a iluminação e revitalizar espaços públicos, evitando assim, caminhos desertos e escuros;

  • Promover o diálogo e fortalecer ONGs que prestam assistência às mulheres em situação de vulnerabilidade;

  • Trabalhar para maior interação entre os poderes, para que finalmente a equiparação de gênero ocorra em nossa cidade;

  • Contra a desigualdade salarial e a dupla jornada de trabalho só da mulher;

  • Capacitação e incentivo para a mulher de baixa renda que quer empreender;

  • Vagas de período integral em creches e ensino fundamental para mães, priorizando mães solteiras;

  • Luto para que as mulheres ocupem mais cargos de liderança na sociedade.